Área: Destaque Home Secundarias Foto da Notícia:


Foto Média da Notícia:


Legenda da Foto: Mononucleose

Description:

KeyWords:

ID da Notícia: 1344

Modalidade:

Contexto: Home

Evento:

Data: 17/02/2012

Título: Atenção redobrada neste Carnaval!!!

Manchete: Para quem vai pular o Carnaval e beijar na boca, atenção!


Corpo da notícia

Uma das doenças mais conhecidas no período de Carnaval é a MONONUCLEOSE, recebeu como nome popular “doença do beijo”. Mononucleose é causada pelo vírus Epstein-Barr (VEB) e, depois de um período de incubação de 30 a 45 dias, a pessoa pode permanecer com vírus para sempre no organismo.
Mononucleose pode ser uma doença assintomática, ou apresentar sintomas que incluem: fadiga, dor de garganta, tosse, inchaço dos gânglios, perda de apetite, inflamação do fígado e hipertrofia do baço. Outra doença por vírus ainda mais conhecida, e também transmitida pelo beijo, é o herpes labial. Essa doença é provocada pelo vírus “Herpes Simplex” e pode causar bolhas e feridas nos lábios e pele ao redor da boca.

Autor: Dr. Hederson

Epidemiologia

O vírus é transmissível pela saliva e troca de outras secreções, principalmente pelo beijo. As populações afetadas dividem-se em dois grupos. As crianças pequenas são frequentemente infectadas pelos pais ou pelas outras crianças, já que têm pouco pudor em lamber objetos lambidos pelas outras crianças; os adolescentes são infectados quando beijam as namoradas ou namorados. As crianças pequenas geralmente não têm sintomas.

Quase 90% dos adultos são soropositivos (ou seja têm anticorpos específicos) para este vírus. Isto significa que em quase todos os adultos, um dos episódios de "gripe" que tiveram nas suas infâncias ou adolescências foi, certamente, antes mononucleose infecciosa.


Autor: trecho extraído do Wikipédia.

APCD da Saúde
APCD-Saúde
Facebook - APCD da Saúde Twitter - APCD da Saúde Temos WiFi
Central de Atendimento APCD

Central de Atendimento

(11) 5078-7960

Atenção redobrada neste Carnaval!!!

Para quem vai pular o Carnaval e beijar na boca, atenção!

Data da Notícia | 17/02/2012

Mononucleose

Mononucleose

Uma das doenças mais conhecidas no período de Carnaval é a MONONUCLEOSE, recebeu como nome popular “doença do beijo”. Mononucleose é causada pelo vírus Epstein-Barr (VEB) e, depois de um período de incubação de 30 a 45 dias, a pessoa pode permanecer com vírus para sempre no organismo.
Mononucleose pode ser uma doença assintomática, ou apresentar sintomas que incluem: fadiga, dor de garganta, tosse, inchaço dos gânglios, perda de apetite, inflamação do fígado e hipertrofia do baço. Outra doença por vírus ainda mais conhecida, e também transmitida pelo beijo, é o herpes labial. Essa doença é provocada pelo vírus “Herpes Simplex” e pode causar bolhas e feridas nos lábios e pele ao redor da boca.

Autor: Dr. Hederson

Epidemiologia

O vírus é transmissível pela saliva e troca de outras secreções, principalmente pelo beijo. As populações afetadas dividem-se em dois grupos. As crianças pequenas são frequentemente infectadas pelos pais ou pelas outras crianças, já que têm pouco pudor em lamber objetos lambidos pelas outras crianças; os adolescentes são infectados quando beijam as namoradas ou namorados. As crianças pequenas geralmente não têm sintomas.

Quase 90% dos adultos são soropositivos (ou seja têm anticorpos específicos) para este vírus. Isto significa que em quase todos os adultos, um dos episódios de "gripe" que tiveram nas suas infâncias ou adolescências foi, certamente, antes mononucleose infecciosa.


Autor: trecho extraído do Wikipédia.

© 2011 APCD - Regional Saúde. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento: PWI Sistemas