Área: Ultimas Noticias Home Foto da Notícia:


Foto Média da Notícia:


Legenda da Foto:

Description:

KeyWords:

ID da Notícia: 1575

Modalidade:

Contexto: Home

Evento:

Data: 09/11/2015

Título: Quando ir ao dentista? 5 motivos para visitar o dentista.

Manchete: Cuidar da beleza do sorriso e saúde bucal dos nossos dentes deveriam ser o únicos motivos para procurar o dentistas.


Corpo da notícia

QUANDO IR AO DENTISTA? 5 MOTIVOS PARA VISITAR O DENTISTA

Cuidar da beleza do sorriso e saúde bucal dos nossos dentes deveriam ser o únicos motivos para procurar o dentista, além disso, a visita regular ao dentista - entre seis meses e um ano - é extremamente recomendável. Portanto, estas poucas linhas já deveriam ser suficientes para lembrar que o consultório odontológico não é uma mera opção, mas sim indispensável.

 

Evidentemente que prevenir é melhor que remediar, porém, nem todas as pessoas, ou até a maioria delas, não busca o dentista antes que os problemas de saúde bucal apareçam, e pensando nisso, reunimos cinco dos principais sinais de alerta que nos avisam que algo errado está acontecendo.

 

Entre todas as consequências de uma má saúde bucal, a perda de dentes é a mais grave de todas, e principal alvo da odontologia. Perder um dente é algo extremamente desagradável, e ficar atentos aos sinais que iremos apresentar pode ser determinante para evitar a perda dentária, bem como, facilitar o sucesso de seu tratamento, através da detecção precoce.

 

Entre os sinais que mais merecem sua atenção, separamos cinco, são eles: mau hálito, manchas nos dentes, sangramentos, sensibilidade dentária e dor de dente. Vamos conversar um pouco sobre cada um deles, para em linhas gerais, informar e chamar sua atenção, para que você evite problemas e dê os devidos cuidados que seu sorriso precisa.

Mau Hálito

Pesquisas apontam que aproximadamente 40% sofre ou sofrerá alguma vez na vida de halitose (nome técnico para o mau hálito). Os motivos para o surgimento do mau hálito não são obrigatoriamente ligados à saúde bucal, podendo também ter origens gástricas. Porém, quando a halitose ocorre por motivos dentários, pode ser o sinal de alerta da chamada doença periodontal, a doença das gengivas e também é um forte sinal de que você pode estar com cáries.

  Manchas nos dentes

Os malefícios das manchas nos dentes mais evidentes são estéticos, e comprometam severamente a beleza do sorriso, mas literalmente, a devida atenção às manchas vão muito além das aparências. As manchas nos dentes são um importante sinal de algo está errado, pois geralmente atingem o esmalte dentário, a parte mais exterior do dente.

  Sangramentos

Sentir sabor de sangue na boca, ou perceber sangramentos durante a escovação, para muitas pessoas é algo normal e que não merece tanta atenção. A cena da maçã manchada de sangue vista em muitos comerciais de TV já é largamente conhecida, e este sinal já está sendo um forte alerta para algo errado em sua saúde bucal.

 

Entre as muitas possibilidades de doenças relacionadas aos sangramentos, a mais comum é a chamada doença periodontal, ou seja, a doença nas gengivas. Ao afetar as gengivas, as primeiras consequências a serem percebidas serão estéticas, evoluindo para a perda de gengiva, a chamada retração gengival. Com o tempo, a evolução da doença poderá acarretar em sensibilidade dentária - tema do próximo tópico. Como toda grande ameaça, os sangramentos podem em último caso levar à perda de dentes, por isso não pense duas vezes ao perceber os sinais de sangramentos e vá ao dentista!

  Sensibilidade dentária e dor de dente:

Não foi a toa que deixamos para o final as dores, afinal, é o sinal mais evidente de que algo está errado com nosso corpo, e ao mesmo tempo, o mais fácil de ser percebido, não é mesmo. Sofrer de dente uma vez esporádica, pode até ser normal, mas a partir da primeira repetição, é preciso começar a procurar pelo dentista imediatamente, principalmente quando as dores são latejantes, um sinal forte que é um possível tratamento de canal irá ocorrer.

 

Já a sensibilidade dentária, na maioria das vezes está relacionada à exposição da dentina, região riquíssima em nervos e extremamente sensível. Quando falamos em dentes sensíveis é fundamental esclarecer algo muito importante: os cremes dentes sensíveis agem apenas na consequência, nunca na causa do problema, pois bloqueiam temporariamente a ação dos agentes térmicos e mecânicos, porém a exposição da dentina continua! Por isso, se você está sofrendo com sensibilidade dentária, use o creme dental para dentes sensíveis apenas durante o tempo que espera sua consulta com o dentista!

 

 Fonte: www.odontologiaemfortaleza.com.br

APCD da Saúde
APCD-Saúde
Facebook - APCD da Saúde Twitter - APCD da Saúde Temos WiFi
Central de Atendimento APCD

Central de Atendimento

(11) 5078-7960

Quando ir ao dentista? 5 motivos para visitar o dentista.

Cuidar da beleza do sorriso e saúde bucal dos nossos dentes deveriam ser o únicos motivos para procurar o dentistas.

Data da Notícia | 09/11/2015

QUANDO IR AO DENTISTA? 5 MOTIVOS PARA VISITAR O DENTISTA

Cuidar da beleza do sorriso e saúde bucal dos nossos dentes deveriam ser o únicos motivos para procurar o dentista, além disso, a visita regular ao dentista - entre seis meses e um ano - é extremamente recomendável. Portanto, estas poucas linhas já deveriam ser suficientes para lembrar que o consultório odontológico não é uma mera opção, mas sim indispensável.

 

Evidentemente que prevenir é melhor que remediar, porém, nem todas as pessoas, ou até a maioria delas, não busca o dentista antes que os problemas de saúde bucal apareçam, e pensando nisso, reunimos cinco dos principais sinais de alerta que nos avisam que algo errado está acontecendo.

 

Entre todas as consequências de uma má saúde bucal, a perda de dentes é a mais grave de todas, e principal alvo da odontologia. Perder um dente é algo extremamente desagradável, e ficar atentos aos sinais que iremos apresentar pode ser determinante para evitar a perda dentária, bem como, facilitar o sucesso de seu tratamento, através da detecção precoce.

 

Entre os sinais que mais merecem sua atenção, separamos cinco, são eles: mau hálito, manchas nos dentes, sangramentos, sensibilidade dentária e dor de dente. Vamos conversar um pouco sobre cada um deles, para em linhas gerais, informar e chamar sua atenção, para que você evite problemas e dê os devidos cuidados que seu sorriso precisa.

Mau Hálito

Pesquisas apontam que aproximadamente 40% sofre ou sofrerá alguma vez na vida de halitose (nome técnico para o mau hálito). Os motivos para o surgimento do mau hálito não são obrigatoriamente ligados à saúde bucal, podendo também ter origens gástricas. Porém, quando a halitose ocorre por motivos dentários, pode ser o sinal de alerta da chamada doença periodontal, a doença das gengivas e também é um forte sinal de que você pode estar com cáries.

  Manchas nos dentes

Os malefícios das manchas nos dentes mais evidentes são estéticos, e comprometam severamente a beleza do sorriso, mas literalmente, a devida atenção às manchas vão muito além das aparências. As manchas nos dentes são um importante sinal de algo está errado, pois geralmente atingem o esmalte dentário, a parte mais exterior do dente.

  Sangramentos

Sentir sabor de sangue na boca, ou perceber sangramentos durante a escovação, para muitas pessoas é algo normal e que não merece tanta atenção. A cena da maçã manchada de sangue vista em muitos comerciais de TV já é largamente conhecida, e este sinal já está sendo um forte alerta para algo errado em sua saúde bucal.

 

Entre as muitas possibilidades de doenças relacionadas aos sangramentos, a mais comum é a chamada doença periodontal, ou seja, a doença nas gengivas. Ao afetar as gengivas, as primeiras consequências a serem percebidas serão estéticas, evoluindo para a perda de gengiva, a chamada retração gengival. Com o tempo, a evolução da doença poderá acarretar em sensibilidade dentária - tema do próximo tópico. Como toda grande ameaça, os sangramentos podem em último caso levar à perda de dentes, por isso não pense duas vezes ao perceber os sinais de sangramentos e vá ao dentista!

  Sensibilidade dentária e dor de dente:

Não foi a toa que deixamos para o final as dores, afinal, é o sinal mais evidente de que algo está errado com nosso corpo, e ao mesmo tempo, o mais fácil de ser percebido, não é mesmo. Sofrer de dente uma vez esporádica, pode até ser normal, mas a partir da primeira repetição, é preciso começar a procurar pelo dentista imediatamente, principalmente quando as dores são latejantes, um sinal forte que é um possível tratamento de canal irá ocorrer.

 

Já a sensibilidade dentária, na maioria das vezes está relacionada à exposição da dentina, região riquíssima em nervos e extremamente sensível. Quando falamos em dentes sensíveis é fundamental esclarecer algo muito importante: os cremes dentes sensíveis agem apenas na consequência, nunca na causa do problema, pois bloqueiam temporariamente a ação dos agentes térmicos e mecânicos, porém a exposição da dentina continua! Por isso, se você está sofrendo com sensibilidade dentária, use o creme dental para dentes sensíveis apenas durante o tempo que espera sua consulta com o dentista!

 

 Fonte: www.odontologiaemfortaleza.com.br

© 2011 APCD - Regional Saúde. Todos os direitos reservados. Desenvolvimento: PWI Sistemas